Site Meter visitas desde 12/2008
  visitante(s) lendo...

Techware Brasil
» Tecnologia da Informação - Consultoria - Dicas - Artigos - Tutoriais - Atualidades - Novidades - Últimas - Tecnologia - Política - Variedades - Poemas - Humor - Vídeos - Arte - Curiosidades - Computadores - Manutenção - Impressoras - Windows - Linux - Debian - Servidores - Roteadores - CFTV Digital - ADSL - Wireless - Provedores - Mikrotik «

Você está na http://www.techwarebrasil.com.br/

Importânte: Leia sobre as Políticas de Comentário, e sobre as Políticas de Privacidade e Cookie de Publicidade.
Sugira, questione, critique, opine, participe...

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Sinta-se, definitivamente, amada!

por Roberto Ramos

Onde aconchegar-se, se meu mundo não há chão. Nem tão pouco me atrevo tê-la em meus braços, nesse precipício sonoro, se não sou concreto. Sou apenas sentimentos quentes, que se amorna em infinitos pingos que caem dos céus, como, quando da minha jornada, aquelas tuas lágrimas que outrora desmoronou meu coração.

Hoje, vagueio impulsionado pelos filmes coloridos, onde sou teu coadjuvante, teu co-autor, onde soprei juras, verdadeiros murmúrios de amor. Se quiseres assistir a minha versão cinematográfica, então me ausculta atentamente, sente meu coração em ritmo prosopopéico, mergulhando num prelúdio, mergulhando num desejo ávido de sentir teus lábios sedentos. Se há dúvida em qualquer prólogo, pesca as pistas que deixamos espalhadas ao além imaginário, dos bilhetes, das missivas, das pinturas... Recorre aos livros marcados ao teu tempo, e terá, além do filme, concretizado nossos solenes sonetos. E, no final do ato, as luzes ainda apagadas, e, se ainda não bastasse, me permito deixar meus olhos, viajantes, longe do real... Só assim, te encontro. Só assim o meu mais vil, insano e obsceno desejo te alcança. Só assim teu regozijo será meu pleno gozo. E seremos um só, e nem mesmo nós saberemos onde começa um e termina o outro.

Senão pelo lúcido do ser, e, talvez, pela consciência do implacável e lúbrico amor que me invade e toma conta dos impulsos eloqüente da alma, me apavoro, sinto existir apenas no teu mais profundo âmago. Minhas carícias percorrem teu corpo, mas não vejo minhas mãos... apenas o arrepio da tua pele. Toco teus cabelos, mas não vejo meus dedos... apenas o esvoaçar das tuas lindas madeixas. Encosto meus lábios nos teus, num ósculo arrebatador, mas não sinto o calor da tua pele, agora, levemente úmida... apenas levo aos quatro cantos teu cheiro, que como uma flor que na primavera desabrocha, exala.

No meu mais íntimo inconsciente, algo me sugere, que teima e me infunde no ânimo, como que se faz essencial a minha sobrevivência, que minha percepção foge do real por sermos apenas um só em delírios transcendentais.

Sinta-se tocada... Sinta-se beijada... Sinta-se vestida... Sinta-se invadida... Sinta-se no inevitável... Sinta tudo que há em mim pois sou todo amor. Sinta-se, definitivamente, amada!

Óleo sobre tela: Obra inacabada, "Descobrindo o Jardim Secreto" por Roberto Ramos

30 comentários:

Evolet disse...

Isso tudo é muito lindo: Poesia em prosa!
Gostei muito do seu blog, tah?
Um beijão!

Canteiro Pessoal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canteiro Pessoal disse...

UauUuU... Vaso de honra Roberto ! Estou embreagada por seu escrito. Um encaixe, como uma resposta digamos, num que escrevi e que acabei por tirá-lo ontem do Jardim Secreto I para a reformulação de uma parte, pois cheguei a conclusão que estava inacabado e a outra parte coloquei no II com uma imagem que acho fascinante e marejar nos olhos; o mergulhador que encontrou sua pérola.
Sabes, não entendo quase nada ainda da geometria descritiva, e nem sei se saberei, pois é tão vasta, apenas o que sei é que elas me atraem, e uma palavra isoladamente não explicaria este atrair; às vezes me pego em livrarias apenas para sentir o cheiro das letras, namorar e inspirar o aroma do lugar que tudo se revela ao meu particular, juntamente com o relacionar, afinal não somos ilhas, somos seres sociais e é no relacionar que nos moldamos e o tal forjar de caráter. Letras e relacionar, o unisso fantástico e irresistível !
Sei que cada pedaço, posição e esboçar letral abri um sorriso em minha face, ora mulher- adulta, ora mulher-criança, e isso é saboroso de experimentar e viver.
Com palavras se têm certezas e se descreve, pincela as maiores declarações que revela o âmago, o íntimo que muitas vezes, assusta muitos a volta, porque o ser está no ponteiro formal amplo e não do profundo. Profundo pintar insistentemente de todas as cores que existem emoções fortes e coloridas; abraço no baloiço da noite e olhar cruzado no instante real ao mesmo tempo irreal que constrói.

Trecho do meu escrito;

Sentada onde os pés não tocam o chão...

Sempre o perder e o encontrar por parte da brisa em cenas de um filme colorido. O ler encontral como quem adia o fim de um livro.

[...]

Lindo, ameiii... sou enamorada por escritos poéticos como o que psicografastes, um certo romancismo.
Uiuiii... também, falei né !? Mulher fala né ! Credo ! [risos]... Mas, ainda bem que existem vc's homens para nos ouvir, porque mulher é um oceano profundo.

Beijos milll... Roberto !

Lilian Pavan disse...

Eu nunca gostei de poesia! Na verdade sempre achei poesia uma coisa brega e ultrapassada. Só que, ao chegar na faculdade, morri de raiva daqueles meus professores inutéis do colegial que nunca incentivou aos alunos a lerem poesia. Descobri que a poesia faz o sujeito pensar. Descobri que a poesia não tem nada de brega cmo pensava. Descobri que a poesia é uma das coisas mais belas que infelizmente este sistema pobre e caído chamado escola, está pouco se importando de formar futuros cidadões criticos, criativos e preparados para este mundo.

TECHWARE BRASIL disse...

Evolet

Que maravilha tê-la por aqui, seja muitíssima bem-vinda e sinta-se em casa. Fiquei surpreso com suas palavras carinhosas.

Beijos carinhosos.


Patrícia,

Sim, é verdade! Eu confesso!! Não nego invejar ser o alvo daquelas palavras proferidas por ti, em poesia, que agora e por um acaso, você priva do mundo. Se você vem me falar de palavras que te atraem, então não sei definir o que sua poesia me transforma. Ao ler tudo aquilo, me pareceu uma imposição, me obrigando a responde-las. A minha maneira foram saindo letras e mais letras ditadas por sentimentos, que só musas gregas provocam, sem me sentir, já estava adormecido, vencido e embriagado pelos êxtases sublimes que só elas poderiam evocar. Quando me dei por si, o profano já se fazia presente.

Não foi lindo, se não feito pelo coração. Não foi romântico, se meus pés alcançassem o chão! Só lembro que emoções me ergueram entre as nuvens numa viajem alucinante.

Beijos mil (ou mil beijos)


Querida Lílian,

Mas vejam só! Que maravilha seu testemunho, fico imaginando, através de suas sábias palavras, o quanto que a arte é importante ao nosso caráter, e o quanto seríamos pessoas melhores e mais humanas. Infelizmente nós sabemos que não interessa ao poder um povo cheio de cultura e educação, eles não conseguiriam nos manipular.

Um forte abraço.


Roberto Ramos

Canteiro Pessoal disse...

Voltando ao seu espaço para sugar o néctar de seus escritos e me deparei com seu comentário, onde colhi essa flor pra enfeitar meu canteiro pessoal.
Bem, Priscila e não Patrícia... eheh; Podes se dirigir como Pri, uma forma proximal dada para pessoas especiais.
Confesso também, que ao ler suas letras perolizadas, causou algo em mim inexplicável, como se as cortinas existentes em meu quarto se abrissem e a névoa do tecido não turvasse minha visão. E uma paisagem límpida entrasse em minha retina ao horizonte que andava de certa forma vacilante, seria meus alicerces profundos ! E me senti muito amada, e como é delicioso se sentir amada, e não há inibição de minha parte em confessar o impulso que tais letras causaram no meu íntimo.
Não sei se profono deverias denotar suas palavras, mas por "intenso", tempo em questão que o pressionou a sair e ao passeio para o novo que é antigo, afinal a musa e não as musas no adormecido de seus sonhos bradou, como um rio em dia de chuva, fluente e torrencial. "Entre duas notas de música existe uma nota, entre dois fatos existe um fato..."
Nota e fato que são ? Como dizes; "...não sei definir o que sua poesia me transforma".

Por hora interrompo esta fala, mas concerteza voltarei aqui.

Beijos milll... ave rara, Roberto !

Prof. Israel Lima disse...

Boa tarde Roberto Ramos, estou lhe informando que o vc foi lembrado para o prêmio que esta em meu Blog, é só copiar colocar em seu Blog e oferecer para 7 amigos, fique com Deus. Abraços de seu amigo Israel Lima

Prof. Israel Lima disse...

Ofereço a você meu amigo, também, todos os selos ("I Love Your blog", "Seu blog é 10"; "Este blog tem dendê" e Prêmio Dardo"):

É só copiar e usar, se quiser oferecer a seus amigos, fique tranquilo.

Israel Lima

Marcus Henrick disse...

Surpreendeu-me esse seu debulhar, quero passar sempre que puder por aqui !!

sobre o redescobrir dos jardins,
aventurando-se no inesperado..
Colorindo vidas e escrevendo páginas !

Um abraço, grato pela Presença !!!

Prof. Israel Lima disse...

Meu amigo Roberto Ramos,

Realmente é uma grande honra ter amigos do seu porte, que reconhece em pequenos detalhes a importância de um todo.

Parabéns sempre!!!

Tenha uma excelente Páscoa!

POR ENQUANTO É SÓ ISSO!!!

TECHWARE BRASIL disse...

Prof. Israel,

Fico sem palavras e emocionado pela lembrança e surpreso a cada dia com seus gestos sempre gentis que carimbam menções de amizade.

Um forte abraço.


Caro Marcus Henrick,

Seja igualmente bem-vindo. Que a recíproca foi verdadeira ao visitar seu recanto, onde encontrei verbosidades de paz e luz. Serei seu freguês e costumeiro leitor.

Um forte abraço.


Roberto Ramos

Canteiro Pessoal disse...

Oiii Ave Rara, Parceiros de Escrita lhe agradece pelo citar... "Ser freguês e costumeiro leitor".
Eu digo por mim que já sou leitora deste blog.

Priscila [beijos milll], Marcus e Paula mandam abraços !

SOS online disse...

Maravilhoso poema, fiquei num êxtase superior, um texto poético sem igual, parabens!
Tem muita coisa boa neste blog, visitarei sempre, podes crer. Creio que ele é um marco na blogosfera.
Deisxo um grande abraço e muito prazer.
Alda

TECHWARE BRASIL disse...

Querida Priscila Cáliga,

O velho agora se transforma em novo. Como foi profetizado por ti. No atual vou buscar o passado e por isso volto a ser criança, de novo. Quero comemorar, te convido (?)... Quem sabe andar de mãos dadas pelas areias da praia, onde as águas não nos deixa pisar o chão... na despedida do dia, antes do escurecer, paro o tempo, para que eu, o Sol e a Lua, possamos te admirar melhor e aproveitar toda a grandeza e beleza desse crepúsculo. Quem sabe assim possa me redimir da minha imperfeição e erros.

Não me permito a chama-la, a não ser sobre protesto e tão afetuosamente, de Pri em público e correr o risco de expor minha maior fraqueza. Não que eu seja o Super-Homem, e assuma ser nas horas vagas Clark Kent que ama silenciosamente sua musa de dois mundos. Prefiro guardar esse trunfo em vidas íntimas e te surpreender naqueles inconscientes instantes que te fazem plena e viva dentro do teu próprio desejo. Estou mais para um mortal, o mais rico dos poetas, pois tenho a maior das musas, a fonte de toda minha inspiração. Mulher-adulta, mulher-criança... e a minha favorita, a mais sapeca e viçosa: Mulher-adolescente! E vê-la sentada sob a chuva, não tem preço... Ahhh....! Três épocas e três corpos vividos e acumulados no mesmo tempo e espaço. Num verdadeiro e eterno paradoxo: Musas balzaquianas de vinte poucos anos, simplesmente você.

Ler sua poesia é viajar nos sonhos da eterna mulher e mergulhar num labirinto de emoções. Me levando a invadir um mundo de fantasias, e, de lá, poder te alcançar, e nesse subterfúgio tê-la em pequenas frações onde falta o tato do real... [...] ...uma dor profunda subitamente aflora do íntimo por não possui-la por inteira. Saber que minhas carícias, serão sentidas apenas sobre teus olhos me apavora... e teu calor que tanto desejo e necessito!? Hummmm... Só me mantém aceso teus fluidos cósmicos, em porções de amor, que só a lua, que tem poder de refletir astros da tua grandeza, me remete.

Já não é mais segredo, onde tu se esconde, nesses jardins secretos. Se teu brilho celeste e a essência inconfundível, que até as gardenias invejam, tomam conta do universal.

O teu colorir se renova porque a primavera clama teu debutar e eu serei teu par nessa valsa no ritmo ondal das marés, quem num vai e vem constantes, consomem nossas forças que se esvaem em néctar e fluidos de amor. Se não fossem teus gritos de infinitos êxtases me despertarem para o real... ainda estaria dentro de ti, no teu mais profundo desejo, e definitivamente, te amando.

Roberto Ramos

Canteiro Pessoal disse...

Encontro-me em estado SILENCIOSO diante de cada letra gardenizada ao meu canteiro particular, por isso, a opção será não muito falar no momento, mas retornarei com certeza para agradecer em grande valsa.
A princípio, agradeço pelos selinhos lindos que coloriram meu espaço e que já é sua casa.

Beijos milll... e aroma das gardênias !

Pri

Valdemir Reis disse...

Obá, obá, obá. Valeu Roberto. Olá estou pousando neste maravilhoso espaço, que beleza de trabalho, parabéns. Cada vez melhor! Muito bom estar aqui, quero convidar você para uma festa em sua homenagem, com todo brilho e requinte, passa lá em; http://www.valdemireis.blogspot.com ou em; http://www.valdemircantinhopaz.blogspot.com, vamos brindar juntos, temos Brindes, temos postado um texto especial desenvolvido para você, quero na oportunidade entregar o seu merecido “ PRÊMIO” , que você conquistou, sim leve o seu e seja generoso distribuindo com seus os amigos. Temos um bolo gigante com uma fatia para todos participantes. Vamos estender a festa... Hoje a festa é sua, venha já! Estou esperando você. Por isso considero a vida uma oportunidade impar. Cada pessoa que passa em nossa vida não passa sozinha, por ser única, deixa um pedaço de si e leva um pedaço de nós. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Muito Obrigadoooooooo... Por sua simpatia e amizade!!! Também quero desejar um feliz e abençoado fim de semana para toda família. Muitas bênçãos e brilho, sucesso, prosperidade, proteção e paz. Fique com Deus.
Volte sempre!
Valdemir Reis

Tais Luso de Carvalho disse...

Estou correndo para passar em todos os amigos para desejar um ótimo domingo de Páscoa...

Abraços, amigo.
tais luso

Canteiro Pessoal disse...

Precioso Roberto, Ave Rara !
Aqui estou novamente aterrissando em seu espaço e no intuito do regar metamorfal para ambos, pois não sucede isoladamente, assim penso !
Sobre o seu quem sabe andar de mãos dadas pelas areias (...), me fez recordar de uma frase; "É surpreendente perceber o quanto eu tive de envelhecer para aprender a ser criança". [Luciano Martini] Tenho mais para falar sobre, só que deixarei as palavras num outro pouso.
Bem, as demais lançadas por ti estão em sintonia de luxo e intencionalidade nunca antes recebida. Porventura, se a intenção era causar impacto profundo em meu íntimo, não nego o fato, pois o tempo que vivo, as palavras pintas por ti estão numa somatória para o definitivamente mais que tenho saboreado, que são os deliciosos manjares na mesa do rei.
Tanto eu como tu, mortais à espreita, a fonte de toda inspiração. Não sei se "esta que vos fala" o faz mais rico dos poetas, pois já és rico por si só, transformo a "citação" para um acrescentar a mais, um tijolinho a mais no incrementar de sua construção biográfica.
Ao ler-me é viajar nos sonhos da eterna mulher, isso muito me agrada, soa ao meu íntimo como uma resposta, um pedido feito a mim mesma em outrora, ser a mulher que é mulher no original, tal sua importância. Que seria; não ser igual aos homens à busca da igualdade, porque nunca ocorrerá, um fato, pois é divino viver o papel me outorgado com feminilidade que tanto vou caçando por ser mais e mais, diante de um mundo que cada um vive o que não é pra viver [todas áreas]. O papel tão lindo e intenso desenhado pelas mãos do ARTISTA... complemento; "Desde o primeiro dia a mulher foi escondida no homem, de modo que na hora certa pudesse ser retirada de dentro dele. Ao tirá-la de dentro, de certa forma ele dá à luz. O homem não foi feito para viver sozinho. A mulher foi projetada desde o início. E da costela retirada fez-se o mistério que trouxe o riso ao rosto".
E por que do não papel bailar!? Há muitas respostas rolando aos quatro cantinhos destas terra, sendo que tão somente uma basta como definitiva e que não ocorre o aceitar.
Sobre a palavra "fantasia", talvez não o agrade, mas ao meu ver, é uma conotação que trilha para a libertinagem e este tem sido o desfecho da raça humana. Peneiro a palavra num trocar por "sonho" que trilha por duas artes que amo, "espera e conquista", que traz consigo a paz que excede a todo entendimento.
Concerteza não é mais segredo meus jardins, que no início deste não segredar, causou pernas bambas e o recuar, afinal de contas, não sei se nesses meus vinte e poucos anos, me encontro apta para o abrir de leque o "ser" na íntegra, porque "todos nós temos a tal REJEIÇÃO. Temos medo que as pessoas não gostem de nós se souberem como somos realmente; mas só quando nos defrontamos com os nossos medos de maneira aberta e honesta, podemos aprender a gostar de nós mesmos e confiar que os outros nos aceitem como somos, realmente".
Agraciada sou, pois seus olhos estão ao ler-me como pessoa em sua totalidade não ampla, mas profunda, só espero que não se perca neste oceano, risos !

Dançemos no colorir de um novo dia, ao som dos ventos de outono, num vai e vem constante... enfim que não é fim !

Beijos milll...

Priscila Cáliga ou Pri

angel disse...

"No meu mais íntimo inconsciente, algo me sugere, que teima e me infunde no ânimo, como que se faz essencial a minha sobrevivência, que minha percepção foge do real por sermos apenas um só em delírios transcendentais".

Muito lindo e profundo isto.
Roberto, sua forma suave e sensual ao mesmo tempo de dizer as coisas o torna especial e ´da uma vontade ler mais e mais... sorvendo tuas palavras como se fossem versos feitos certinhos para os apaixonados.
Adorei.
abraço
Angel

Maria disse...

Lindíssimo!!!!

Batom e poesias disse...

Bonito... bonito...

Rossana

TECHWARE BRASIL disse...

Caro Valdemir,

Conterrâneo cheio de alegrias. Além da definição do Prof. Israel Lima, O Espirituoso, acrescento, O Acolhedor de Almas. A bondade e a vontade contagiante de transmitir sabedoria em maravilhosos texto é a história de vida de um homem motivado pela vontade de viver num mundo melhor.

Parabéns.

Roberto Ramos

TECHWARE BRASIL disse...

Querida Angel,

Olha só... você que me emociona desse jeito.

Fiquei encantado como definiu a trasncrição dos sentimentos da minh´alma.

Beijos e volte sempre.

Roberto Ramos

Canteiro Pessoal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canteiro Pessoal disse...

Ave Rara, Roberto, no momento passo rapidinho, sem aquele testamento que tenho deixado, porque venho no intuito de lhe indicar um dos espaços que pouso com frequência, que AMO e AMO me DESFALEÇO, além da nutrição diária que é o relacionar de amizade com o ser deste blog.
Ele é fantástico, vibração e luxo letral sem igual, pessoinha que veio direto do diário real.
Bem, creio que amará o espaço... assim, penso !

Debaixo das Asas
http://yaagob.blogspot.com/

Beijos milll...

Pri

glória disse...

impossível nào sentir-se tocada por essas palavras que reverberam e afetam cada uma que passa os olhos por aqui; porque se lê com o corpo o olhar é uma entrada para os múltiplos portais da sensibilidade, belo blog, Vc. mora em Fortaleza? bjs

Débora disse...

que delicia Roberto. todas as tardes releio e releio. e continuo sentindo um friozinho na barriga tão intenso como na primeira vez. como transformar tudo isso em gestos e atos reais?????

TECHWARE BRASIL disse...

Glórinha,

Maravilhoso é saber que de alguma forma transmiti um pouco de mim e te toquei.

Seja bem-vinda e volte sempre.

Beijos
-----------------

Querida Alda,

Recebo suas palavras com muito carinho, sua sensibilidade foi generosa. Me sinto lisonjeado.

Espero que retorne sempre e deixe mais carinhos, como também sua críticas. Vou adorar!

Beijos
-------------

Querida Débora,

Bom... Nem sei o que dizer!

Mas volte sempre e continue me prestigiando. Seu comentário foi um pouco desconcertante.

Beijos
-------------

Mais uma vez um abraços a todos.

Roberto Ramos

TECHWARE BRASIL disse...

Minhas Maria e Rossana,

Obrigado pela visita e voltem sempre.

Bejios
-----------


Querida Pri,

Marcus e Paula estão de parabéns, e retribuo os abraços com todo meu carinho a essas figuras, que por serem seus amigos, me são especiais.

Sobrevoei um espaço de paz e harmonia ao chegar no blog Debaixo das Asas, do Thiago. Conteudo gostoso de ler. Muito rico.

Definitivamente, adorei tudo o que escreveu aqui. Mas me faça um grande favor: Continue assim, exatamente como agora, não mude em nada... porque tenho vontade de sempre mais.

Beijos...

do Roberto Ramos

wallper.lima disse...

Gostei mto da sua postagem, e como vc me disse que colocaria uma pintura sua, vim apreciar...
Vc está de parabéns, pintura delicada,onde as cores são suaves, dando um ritmo de naturalidade.
trabalhar figura humana tds sabem que é mto difícil, e vejo que vc o fêz mto bem, e no mais, desejo vê-lo acabado!
Parabéns! Gostei mto.
Abraços.
Waleria.